quinta-feira, 17 de maio de 2012

Dicas para emagrecer com saúde


Na ânsia de eliminar aqueles quilinhos extras, há quem tente de tudo: dias a fio comendo apenas saladas, bebendo somente sucos ou ingerindo a mesma sopa. O que ocorre é que essas dietas, denominadas restritivas, só tendem a prejudicar a saúde e o nosso organismo.

Pensando nisso, A OMS - Organização Mundial da Saúde, elaborou quatro dicas essenciais para perder peso de uma maneira saudável, sem prejudicar o seu bem-estar.




A primeira dica é reduzir o sal e o açúcar do cardápio. Enquanto o açúcar é cheio de calorias, o sódio contribui para a retenção de líquidos, deixando o corpo inchado.

Outro inimigo da saúde é a gordura saturada, que é consumida, em média, 90% a mais do que deveria pelos brasileiros. 

Além de muitas calorias, essa gordura presente emcarnes gordas, laticínios e frituras, aumenta o apetite. 

A segunda sugestão tem a ver com as fibras, que devem fazer parte das refeições do dia-a-dia, sem restrições. Os cereais, legumes e frutas devem ser consumidos também regularmente, pois provocam a sensação de estômago cheio, o que evita excessos à mesa. Destaque para a Linhaça Dourada que, juntamente com outras farinhas, também trazem vários benefícios à saúde e atrasam o esvaziamento gástrico - trocando em miúdos: a fome demora mais a voltar!

A nutricionista Letícia Matrak orienta ainda que beber muita água também ajuda na conquista da boa forma. Um estudo americano comprova que, quem bebe dois copos do líquido antes de cada refeição dá menos garfadas e, consequentemente, elimina mais quilos do que aqueles que não bebem água.

A organização Mundial da saúde recomenda:

Menos sal e açúcar

Ambos são utilizados no prato em excesso pelos brasileiros, mas emperram o emagrecimento. O sal contribui para o inchaço do corpo. Além de utilizar menos sal no preparo dos alimentos, experimente trocar o saleiro da mesa por ervas e condimentos como orégano, sálvia, salsinha, cebolinha, açafrão, pimenta do reino e calabresa. 

Já o açúcar é repleto de calorias e não tem nenhum valor nutricional. O consumo excessivo tem sido associado a doenças como a obesidade e o diabetes tipo 2

Mais fibra

Presente em cereais, legumes e frutas - e nas farinhas de todo tipo- as fibras combatem a obesidade por promover saciedade. Outra vantagem é que o nutriente impede que parte da gordura de outros alimentos seja absorvida pelo organismo

Tchau, gordura!

O problema está principalmente na saturada, presente nas carnes gordas, nos laticínios e nas frituras. Além de estar lotada de calorias, essa versão deixa o apetite cada vez mais voraz ao longo do tempo

Muita água

Há pesquisas ligando uma hidratação adequada à boa forma. A reação de queima de gordura dentro do organismo exige água. Sem contar que o líquido aos montes garante resistência para aguentar exercícios longos e que obviamente secam mais a barriga


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!