sábado, 10 de março de 2012

Noções de Arquivologia - questões corrigidas






Alô galera!

O concurso do TRE de São Paulo está muito próximo e para quem está se preparando seguem abaixo algumas questões extraídas de provas aplicadas nos Tribunais Regionais em vários estados pela Fundação Carlos Chagas.

Bons estudos a todos.

01. Quando os arquivos originários de uma instituição mantêm sua individualidade, não sendo misturados aos de origem diversa, diz-se que foi respeitado o princípio

(A) das três idades.
(B) da ordem original.
(C) do arranjo.
(D) da temporalidade.
(E) da proveniência.

02. Em seu ciclo vital, os arquivos passam por fases sucessivas a que se convencionou chamar de corrente, intermediária e permanente. O ingresso de documentos nesta última etapa é conhecido como

(A) recolhimento.
(B) encaminhamento.
(C) passagem.
(D) remessa.
(E) transferência.

03. Guia, inventário e catálogo são instrumentos de

(A) ordenação.
(B) notação.
(C) pesquisa.
(D) destinação.
(E) organização.

04. Petição, ficha, papel e cópia são, respectivamente, exemplos de

(A) tipo, gênero, formato e espécie.
(B) suporte, técnica de registro, forma e tipo.
(C) formato, espécie, tipo e gênero.
(D) espécie, formato, suporte e forma.
(E) forma, suporte, gênero e formato.

05. Dentre os procedimentos a serem observados para assegurar a preservação de documentos nos arquivos, recomenda-se mantê-los

(A) em subsolos e porões, sobretudo quando próximos de lençóis freáticos, a fim de evitar sobrecarga nos pisos superiores do edifício.
(B) separados das áreas de consulta, observando as temperaturas e graus de umidade relativa adequados a cada suporte.
(C) sob insolação permanente, para que não proliferem fungos e outros micro-organismos nocivos aos seus diferentes suportes.
(D) em ambientes iluminados por lâmpadas fluorescentes desprovidas de filtros bloqueadores.
(E) em áreas de depósito amplas, acima de 200 m2, de preferência sem compartimentos internos.
06. A determinação segundo a qual os arquivos originários de uma instituição devem manter sua individualidade, sem misturar-se aos de origem diversa, é conhecida como princípio

(A) do respeito à ordem original.
(B) da classificação.
(C) da destinação.
(D) do isolamento.
(E) da proveniência.

07. Entre outras atribuições relacionadas com os documentos de uma instituição, ao serviço de protocolo cabem

(A) o registro e a movimentação.
(B) o recolhimento e o arquivamento.
(C) a emissão de pareceres e a classificação.
(D) a eliminação e a reprografia.
(E) a destinação e a transferência.

08. Para que a avaliação seja coerente com os princípios arquivísticos, é preciso que os documentos se submetam, primeiramente, a um

(A) processo de microfilmagem.
(B) registro topográfico.
(C) processo de digitalização.
(D) plano de classificação.
(E) quadro de equivalência.

09. Os arquivos permanentes, em seu programa descritivo, devem priorizar

(A) a edição de textos e os catálogos seletivos.
(B) os catálogos e inventários.
(C) os guias e inventários.
(D) os catálogos seletivos e guias.
(E) os índices e catálogos.

10. Papel, caderno, relatório e relatório de viagem são, respectivamente, exemplos de

(A) gênero, suporte, tipo e espécie.
(B) suporte, formato, espécie e tipo.
(C) espécie, forma, formato e suporte.
(D) tipo, espécie, suporte e técnica de registro.
(E) formato, técnica de registro, gênero e forma.

11. A qualidade pela qual os documentos de arquivo evidenciam fatos e permitem reconstituir a estrutura e o funcionamento da instituição responsável por sua acumulação é conhecida como

(A) valor probatório.
(B) prescrição.
(C) jurisprudência.
(D) princípio da proveniência.
(E) vigência.


12. Desde o momento em que são criados até sua destinação final, os documentos de arquivo cumprem ciclo de vida em que a passagem de uma etapa ou condição para outra

(A) obedece a normas emanadas dos serviços de protocolo.
(B) está prescrita nas guias de recolhimento.
(C) resulta do processo de avaliação.
(D) corresponde a períodos qüinqüenais e decenais de temporalidade.
(E) vem indicada nos planos de arquivamento e classificação.

13. Dentre os instrumentos de pesquisa elaborados para atender ao programa descritivo dos arquivos permanentes, inclui-se

(A) o inventário, que toma por unidade a peça documental.
(B) o guia, que relaciona descritores ou palavras-chave capazes de recuperar o conteúdo dos documentos.
(C) o índice, que oferece uma visão panorâmica dos seus diferentes fundos.
(D) o catálogo, que indica, na ordem de numeração das estantes e prateleiras, o lugar ocupado pelas unidades de arquivamento.
(E) a edição de textos, que transcreve na íntegra certos documentos.

14. Edital, edital de abertura de inscrições, rascunho, microficha e fita magnética constituem, respectivamente, exemplos de

(A) série, subsérie, técnica de registro, suporte e formato.
(B) espécie, tipo, forma, formato e suporte.
(C) fundo, grupo, dossiê, formato e unidade de arquivamento.
(D) grupo, subgrupo, seção, gênero e técnica de registro.
(E) gênero, classe, suporte, forma e unidade de acondicionamento.

15. Para um eficiente programa de conservação preventiva, é preciso

(A) preencher as falhas dos documentos com polpa de papel.
(B) promover a digitalização dos documentos por processo fotostático.
(C) aumentar o grau de acidez e oxidação dos documentos em suporte-papel.
(D) evitar oscilações acentuadas de temperatura e umidade nos depósitos de documentos.
(E) plastificar e encapsular os documentos avulsos, inibindo a penetração de raios ultravioletas.


16. Os arquivos originários de uma instituição ou pessoa devem manter sua individualidade, não sendo misturados aos de origem diversa. Este é o enunciado do princípio da

(A) equivalência.
(B) territorialidade.
(C) pertinência.
(D) destinação.
(E) proveniência.
 17. Fita magnética, relatório de apuração, minuta e folha são, respectivamente, exemplos de

(A) tipo, gênero, formato e suporte.
(B) forma, espécie, gênero e tipo.
(C) suporte, tipo, forma e formato.
(D) gênero, forma, espécie e suporte.
(E) formato, suporte, tipo e espécie.

18. Entende-se por notação

(A) a atribuição de código de localização aos documentos do arquivo.
(B) o conjunto dos documentos produzidos pelos tabeliães de notas.
(C) a primeira idade dos documentos, de acordo com seu ciclo vital.
(D) o preenchimento das planilhas referentes à tabela de temporalidade.
(E) o material sobre o qual as informações são registradas.

19. No processo de avaliação, quando um documento demonstra a aquisição, manutenção, transferência, modificação ou extinção de direitos, diz-se que ele possui valor

(A) intrínseco.
(B) secundário.
(C) administrativo.
(D) legal.
(E) fiscal.

20. Como instrumento de pesquisa, o inventário toma por unidade de descrição

(A) o fundo.
(B) a série documental.
(C) descritores e palavras-chave.
(D) o acervo como um todo.
(E) a peça documental.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!