sábado, 6 de agosto de 2011

Vereadores de São Luiz negam título a Silas Malafaia



Os vereadores de São Luís, capital do Maranhão, suspenderam a sessão de votação de uma proposta de concessão de título de "cidadão honorário", ao pastor Silas Malafaia, líder da Assembléia de Deus Vitória em Cristo.

Tal fato se deu em virtude de alguns parlamentares afirmarem ser o pastor homofóbico. Um deles, Ivaldo Rodrigues, afirmou que Silas não poderia receber o título por "diversas ações contra a comunidade GLBT em todo o Brasil".

A proposta de concessão de título partiu da vereadora Rose Sales (PC do B), integrante da bancada evangélica da Câmara de Vereadores de São Luís. A vereadora justificou a concessão do título "pelos vários serviços prestados em favor da família maranhense".

Outros vereadores, como João Batista Matos (PPS), defendem a concessão do título a Malafaia. "Ele é um defensor da família. Ele ama a todos", afirmou o vereador.

Conforme a resolução nº 27/2005, um dos requisitos para a concessão é que o homenageado tenha residido na cidade por um período de cinco anos. Porém, em 2009, a Câmara concedeu o título ao presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, o qual nunca tinha morado em São Luís.

A proposição na época, foi do vereador Ivaldo Rodrigues.

Fonte: O Verbo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!