quinta-feira, 7 de julho de 2011

Malhar com o estômago vazio não queima gordura



O conceito de "malhar enquanto se passa fome" , apesar de ser defendido na maioria dos livros populares de condicionamento físico na última década, parece não ser o mais benéfico para a saúde dos que se exercitam nas academias.
Pesquisas mostram que exercitar dessa maneira em vez de ajudar na queima de gordura, pode vir a trabalhar contra a saúde.
Após anos de pesquisa sobre este assunto, um relatório publicado neste ano no "Strength and Conditioning Journal" chegou à conclusão que o corpo queima basicamente a mesma quantidade de gordura, independentemente da pessoa ter se alimentado ou não antes do exercício. 
Ao se exercitar de estômago vazio, pode ocorrer perda de musculatura e, sem o combustível necessário para apoiar o esforço empregado nos exercícios, a queima global de calorias pode sofrer redução.
Uma das pesquisas realizadas avaliou examinou ciclistas quando treinavam depois de comer e em jejum. O resultado verificado foi que, no treino em jejum, aproximadamente 10% das calorias queimadas vinham de proteínas, incluindo perda muscular.
Em uma outra pesquisa publicada em 2002, cientistas descobriram um benefício adicional de uma refeição pré-malhação: mulheres saudáveis que consumiam 45 gramas de carboidratos antes de seu exercício acabavam comendo menos durante o restante do dia.

Fonte: Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!