sábado, 21 de maio de 2011

Agente de Telecomunicações/SP: Junho é o novo prazo para sair o edital







A secretaria de concursos da Academia de Polícia Civil (Acadepol) informou que a expectativa é de que o edital para 220 vagas de agente de telecomunicações da Polícia Civil (SP) seja publicado até a segunda quinzena de junho.

Os trabalhos continuam intensos na comissão organizadora. O grupo concluiu na última semana os detalhes para que a empresa Black Bee Solutions realize o cruzamento dos dados entre as inscrições efetuadas e aquelas cujas taxas foram efetivamente pagas junto ao Banco do Brasil. Agora a comissão irá dedicar-se a fechar o conteúdo programático e os requisitos para a carreira de agente de telecomunicações.

Entre os pontos que aguardam decisão da comissão vale destacar a cobrança de conhecimentos básicos de língua estrangeira (inglês ou espanhol) nas etapas de prova objetiva e prova oral, e de que o candidato possua habilitação para dirigir na categoria “B” (carro). É importante destacar que caso a habilitação seja requerida, o candidato que ainda não tenha a CNH (carteira nacional de habilitação) poderá concorrer, devendo apresentar o documento apenas quando houver a nomeação para assumir o cargo.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telemática Policial de São Paulo (Sintelpol), Sonia Aparecida de Oliveira, em entrevista ao JC&E, declarou que ambas as exigências são pertinentes. “Acho que a língua estrangeira é fundamental e agrega valor, precisamos ser profissionais melhor preparados para atender as exigências do mercado. Em termos de concurso público acho que seria melhor já ter essa exigência. Um curso da academia favoreceria os servidores que já estão trabalhando”, observou.

Quanto à carteira de motorista, Sonia avalia que, por se tratar de uma exigência comum às demais carreiras policiais, deve também ser cobrada dos agentes de telecomunicações: “Ele é um policial como os outros, por isso na Acadepol faz curso de tiro, de defesa pessoal. E, eventualmente, também pode acompanhar outros policiais em ações na rua, embora na maioria das vezes atue nas delegacias e departamentos especializados”.

Quem pode participar? O interessado deverá ter escolaridade de nível médio completo e ser maior de 18 anos. O salário inicial, de acordo com a unidade central de recursos humanos, órgão subordinado à Secretaria de Estado de Gestão Pública, é de R$ 2.246,38 a R$ 2.441,38 – a diferença se deve ao pagamento de um benefício chamado adicional de local de exercício, cujo valor é de R$ 780 para cidades com menos de 500 mil habitantes e de R$ 975 para municípios com número igual ou superior a meio milhão de moradores.

Fonte: Jornal dos Concursos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!