quinta-feira, 14 de abril de 2011

Livros: Coleção "Mulheres na linhagem de Jesus"




A coleção de cinco livros da série Mulheres na Linhagem de Jesus apresenta histórias de pecado e redenção, envolvendo cinco mulheres cujos nomes figuram na genealogia de Jesus Cristo: 

Tamar: Aos 14 anos, a bela Tamar foi forçada a casar-se. Assim começa sua trajetória repleta de abuso, traição e desilusão. Diante do sofrimento, ela enfrenta uma difícil escolha: render-se ao cinismo ou a Deus? A vida de Tamar é evidência comovente de que, para receber o amor divino, basta ser humano. 
  • Raabe:Desde tenra idade, Raabe foi iniciada na carreira de prostituta. Quer tenha sido por necessidade ou por opção, a jovem Raabe continuou trilhando esse caminho até que uma dupla de espiões israelitas adentrou os portões de Jericó. A história de Raabe é testemunha do poder de uma fé que salva até mesmo da destruição certa. Os muros de Jericó ruíram perante o exército de Israel, mas a fé e a convicção desta mulher permaneceram firmes e inabaláveis, trazendo alívio e salvação para sua família.
  • Rute: Sendo uma mulher meiga e terna, se viu desamparada após a morte de seu marido. Sua sogra, Noemi, também foi atingida por mortes na família e viu-se só e sem esperança. Num último esforço de sobrevivência, Rute e Noemi viajaram juntas para a Terra Prometida em busca de parentes que pudessem ampará-las. A história de Rute é testemunha do poder da verdadeira amizade. É um ícone do amor que Deus demonstra àqueles que o amam, refletindo a grandeza do Criador no compadecer dos sofrimentos de outrem.
  • Bate-Seba: Coadjuvante de um episódio escandaloso juntamente com o rei Davi, sua vida foi marcada por sedução, morte e intrigas. A história de Bate-Seba retrata a jornada de uma mulher que teve sua vida alterada drasticamente: da inocência de um banho ao desespero da morte, culminando na restauração que Deus lhe proporcionou. 
  • Maria: A gravidez fora do casamento era motivo de vergonha e discriminação para a mulher no primeiro século da era cristã. Ao dizer a seus parentes que um anjo lhe havia informado queteria um filho gerado pelo próprio Deus, Maria estava arriscando não só a honra de sua família, como também sua própria vida. A história de Maria é o retrato de alguém que não se acovardou ao saber que havia sido escolhida por Deus para uma tarefa grandiosa. Desafiando preconceitos e dificuldades, Maria superou todos os obstáculos para que desse à luz um filho muito especial, que seria chamado de Jesus e conhecido mundialmente até os dias de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!