terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Informações sobre Vírus de Computador - parte 1

Mais um material valioso para quem vai prestar concurso público. São diversas informações extraídas de apostilas sobre o assunto.
Espero que seja útil....
Um abraço a todos!!!

----------------------------------------------------------------------




O que são vírus?

             São pequenos programas que infectam arquivos executáveis ou que utilizam macros. Geralmente ficam escondidos dentro de uma série de comandos de um programa maior, e possuem instruções para parasitar - criar cópias de si mesmo.


Como ocorre a infecção?

Os vírus podem:

  1. diminuir a performance do sistema
  2. alterar ou deletar determinados arquivos
  3. mostrar mensagens
  4. formatar drivers
  5. tornar o computador acessível a distância
Alguns tipos começam a agir a partir de certos eventos - quando atingir determinada data do calendário, por exemplo.

     Todos os dias são lançados aproximadamente 25 vírus de macro, 
                          cada vez mais sofisticados e prejudiciais!                                     

Para infectar uma máquina, um vírus pode ser repassado através de documentos, programas, disquetes, arquivos de sistemas, entre outros, previamente infectados.

Arquivos executáveis, tais como os de extensão __.exe,  ___.bat e ___.com, geralmente são os alvos preferidos para trasmissão, por isso, deve-se evitar enviá-los ou recebê-los.

Já os arquivos de dados, som (___.wav, ___.mid), imagem (__.bmp, ___.pcx, ___.gif, ___.jpg), vídeo (___.avi, ___.mov) e os de texto que não contenham macros (___.txt, ___.wri) podem ser abertos sem problemas.

A cópia de programas - download, seja via ftp como via http - e o serviço de e-mail são serviços que possibilitam a entrada de arquivos infectados na sua máquina, por isso, deve-se ter cuidado com mensagens estranhas, principalmente se vierem de pessoas estranhas.


Alguns tipos de Vírus

VIRUS DE PROGRAMA - File Infecting Viruses                      
  • infectam arquivos .exe e .com, .dll, bibliotecas compartilhadas e .ovl
  • há tipos desses vírus que se replicam, contaminando outros arquivos de maneira silenciosa
  • geralmente a infecção ocorre quando rodamos arquivos anexados à uma mensagem

VIRUS DE MACRO                        


          Ao usarmos determinados tipos de programas, como por exemplo, editores de texto, e necessitamos executar uma tarefa repetidas vezes em sequência - por exemplo, substituir todos os "nao" por "não"- pode-se editar um comando único para efetuá-las, que é chamado de macro.

Este programa pode ser salvo em um modelo para ser aplicado em outros arquivos, funcionando também com próprios arquivos modelos.

Os vírus de macro atacam esses arquivos comprometendo o funcionamento do programa, sendo os alvos principais os próprios editores de texto (Word) e as planilhas de cálculo (Excel) e, justamente por isso, são bastante disseminados, uma vez que ao escrever, editar ou simplesmente ler arquivos vindos de computadores infectados a contaminação ocorre.

Os macrovírus constituem a primeira categoria de vírus multiplataforma, ou seja, não se limitam aos computadores pessoais, podendo infectar também outras plataformas que usem o mesmo programa, como o Macintosh, por exemplo.


VIRUS DE BOOT - Boot Sector Viruses   

  Todo disco interno de uma máquina, bem como os disquetes, possuem uma área de inicialização reservada para informações relacionadas à formatação do disco, dos diretórios e dos arquivos nele armazenados (registro mestre do Sistema, o Master Boot Record - MBR dos discos rígidos ou a área de boot dos disquetes - Boot Sector).

     Como todos os discos possuem também um pequeno programa de boot que determina onde está ou não o sistema operacional e reconhece, inclusive, os periféricos instalados no computador, os vírus de boot podem se "esconder" em qualquer disco ou disquete.


VIRUS MULTIPARTITE   


       São uma mistura dos tipos de boot e de programa, podendo infectar ambos: arquivos de programas e setores de boot. São mais eficazes na tarefa de se espalhar, contaminando outros arquivos ou discos e são mais difíceis de serem detectados e removidos.


.... CONTINUA EM BREVE...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou deste artigo poste um comentário!

Observações:
1º) Somente usuários com conta no Google poderão publicar seus comentários aqui no Blog do SM@rtiN.
2º) Todos os comentários serão avaliados pelo administrador do blog para posterior publicação.
3º) Os textos com conteúdo impróprio, ofensas e palavrões serão automaticamente excluídos. Se houver reincidência, o acesso do usuário ao blog será bloqueado.

Obrigado!